Saiba como fazer a transição energética do seu negócio

Por: bolt
  • Economia energética


A transição energética é um tema que está cada vez mais em alta, principalmente em relação à indústria, que busca manter sua capacidade de produção sem agredir o meio ambiente.

O processo de transição energética, assim como toda mudança, é algo complexo. Porém, trata-se de uma prática essencial não apenas para as empresas, mas também para o desenvolvimento sustentável da sociedade.

Também vale destacar que a transição energética aborda muito mais do que o atual modelo de produção, consumo e reaproveitamento de matéria e energia, e a influência disso nas mudanças climáticas.

Na verdade, esse termo avalia a origem e a eficiência energética de todo o ciclo de produtos e serviços que nós, pessoas comuns, empresas e demais instituições consumimos, inclusive abordando o pós-consumo.

Vamos ao conceito!

O que é transição energética?

A transição energética refere-se à conscientização sobre a geração e consumo de energia de baixo carbono, mas também reforça a importância da preocupação sobre como otimizamos a utilização dos bens e serviços.

Essa prática também destaca as necessárias mudanças na estrutura social, econômica, política e cultural, ressaltando que é insustentável continuar consumindo nossos recursos naturais.

Em todo o mundo, as principais estratégias adotadas em prol da transição energética são a economia de baixo carbono e o incentivo ao uso mais inteligente dos recursos energéticos.

No Brasil, vigora o Plano Nacional de Energia (PNE), que avalia tendências na produção e no uso da energia e baliza as estratégias alternativas para expansão da oferta de energia nas próximas décadas.

A transição energética também joga luz na digitalização de processos e serviços do setor elétrico, sendo uma transformação essencial para a sustentabilidade do mercado, ainda mais quando falamos em fontes alternativas de energia.

O que precisa ser feito?

A transição energética depende de uma inovação sistêmica em todos os setores da cadeia produtiva, englobando a implantação acelerada de eficiência energética e tecnologias de energia renovável.

Para que essa transição ocorra de forma sustentável, o foco nos próximos anos deve ser em novas tecnologias, ajustes políticos e regulatórios, fomento e investimento em P&D, além de outros incentivos.

Por que inovar é essencial e urgente?

A inovação no setor energético é um trabalho que deve ser feito a várias mãos, desde agentes públicos, grandes empresas, universidades, startups e os próprios consumidores.

O estímulo à geração e ao consumo de fontes renováveis de energia também aparece como crucial para o sucesso do processo de transição energética, para que tenhamos uma sociedade cada vez mais consciente.

Qual o papel das fontes renováveis de energia?

A expansão de fontes renováveis como energia solar, eólica e biomassa é fundamental para a diversificação da matriz energética brasileira.

A geração e o consumo de energia renovável é a base da transição energética, e contribui para a redução da emissão de gases de efeito estufa, o que permite que o Brasil atinja as metas do Acordo de Paris.

E qual a importância da descarbonização?

A descarbonização busca a redução a curto e médio prazo, além da eliminação a longo prazo da emissão de gás carbônico nas atividades realizadas por pessoas e empresas em geral. 

O principal objetivo da descarbonização é a criação de uma infraestrutura, tanto na indústria como na sociedade em geral, que permita a redução e compensação da emissão de dióxido de carbono (CO²), de forma sustentável. 

Segundo especialistas, a estabilização total do clima mundial depende da descarbonização total da indústria, que, por sua vez, pode zerar suas emissões líquidas a partir da produção e uso de fontes renováveis de energia.

Como iniciar no seu negócio?

O uso de fontes renováveis de energia é o principal modo de iniciar a descarbonização do seu negócio. E para isso, a energia solar e eólica aparecem como as melhores opções.

A energia solar e eólica, além de não causarem impactos ao meio ambiente, também proporcionam redução de custos e maior eficiência energética, além dos incentivos fiscais do governo.

As empresas que optam pela energia solar ou eólica podem aproveitar incentivos fiscais do governo, em 23 unidades federativas do Brasil, graças ao Programa de Desenvolvimento da Geração Distribuída de Energia Elétrica.

Os descontos na tarifa de uso do sistema de distribuição variam entre 50%, 80% e podem chegar a até 100%.

Outro modo de impulsionar a descarbonização da sua empresa é com a redução de desperdícios como por exemplo a troca de equipamentos que consomem mais energia e também o controle do consumo.

Juntas, essas iniciativas, aliadas a um planejamento energético detalhado podem tornar possível a sua descarbonização.

Quais as vantagens?

• A descarbonização traz diversas vantagens para as empresas.

• Redução de custos a médio e longo prazo

• Incentivos fiscais e redução de impostos

• Vantagem em relação aos concorrentes

• Alto retorno sobre o investimento

• Maior sustentabilidade empresarial

• Aumento da eficiência energética

• Melhora da imagem e reputação do negócio

• 0Conquista de certificados ambientais

Faça sua transição energética com a Bolt

Com mais de 10 anos de atuação no mercado de energia, a Bolt oferece todo o suporte necessário para o processo de transição energética do seu negócio, com uma equipe de profissionais de alta performance em energia.

Nós podemos auxiliar você na hora de investir em fontes renováveis como energia solar, eólica e biomassa, além, claro, de prestarmos consultoria na migração, representação e gestão para o Mercado Livre.

Fale com a gente! (11) 2626-1770 | contato@boltenergy.com.br


Artigo escrito por bolt

você também vai gostar de ler