Mercado Livre de Energia: 6 motivos para a sua empresa aderir

Por: bolt
  • Fontes Renováveis


O Mercado Livre de Energia, criado em 1995 e regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), tem como objetivo principal estimular a concorrência no setor energético, sendo uma opção vantajosa para as empresas.

O que é o Mercado Livre de Energia?

O mercado de energia no Brasil está dividido em ACR (Ambiente de Contratação Regulada), onde estão os consumidores cativos, e ACL (Ambiente de Contratação Livre), formado pelos consumidores livres. 

No ACR, a energia é contratada via distribuidoras e está sujeita às tarifas fixadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), não podendo ser negociadas. Todos os consumidores residenciais encontram-se nesse ambiente, por exemplo.

Já no ACL, o consumidor compra diretamente do gerador ou comercializador, e pode negociar livremente preço, condições de pagamento, prazo do contrato, volume de energia, entre outros.

Os números do Mercado Livre de Energia

Segundo a Abraceel, nos últimos 17 anos foram economizados pouco mais de R$ 190 bilhões nas contas de energia dos consumidores que já são livres no Brasil. 

O setor fornece 30% de toda a energia elétrica consumida no país. Atualmente, são 6.870 consumidores livres operando no mercado.

Em 2019, 1.161 consumidores aderiram ao Mercado Livre de Energia brasileiro, um aumento de 20% em relação ao ano anterior. 

Todos esses consumidores foram beneficiados diretamente pela economia de 34% que o Mercado Livre proporcionou em 2019. 

No ano em questão, a tarifa média das distribuidoras para os clientes cativos foi de R$ 253/MWh, enquanto no Mercado Livre esse valor foi de R$ 167/MWh.

Os tipos de energia no Mercado Livre 

Existem, no Mercado Livre, dois tipos de energia: a convencional e a incentivada. 

A energia convencional é gerada pelas usinas hidroelétricas, que produzem a energia elétrica a partir da correnteza dos rios. A Usina de Itaipu é um exemplo, sendo a maior do mundo. As usinas térmicas a gás também são um exemplo de energia convencional. 

Já a energia incentivada foi estimulada pelo Governo Federal para a geração de fontes renováveis como biomassa, eólica e solar. Os geradores desse tipo de energia são limitados a 30 MWh, e são classificados como Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCH). 

As empresas que consomem energia incentivada recebem descontos de 50%, 80% e até 100% na tarifa de uso do sistema de distribuição.

6 motivos para a sua empresa aderir ao Mercado Livre

Agora que você já sabe o que é, os números e os tipos de energia no Mercado Livre, confira os motivos para a sua empresa aderir.

  1. Liberdade de escolha

A principal vantagem de aderir ao Mercado Livre é a liberdade de escolha. A empresa contratante decide pela prestadora de serviço que melhor atende seu modelo de negócio, suas necessidades e expectativas. 

Por que ficar restrito à uma concessionária, se você pode buscar no Mercado Livre a empresa que melhor atende a sua demanda energética?

  1. Redução de custos

Outro grande benefício para as empresas é a redução de custos. Migrando para o Mercado Livre de Energia, sua empresa pode economizar até 20% na conta de energia, além de não sofrer mais com as mudanças de bandeiras e o aumento de tarifas de energia, comuns no Mercado Regulado.

No Mercado Livre, você pode negociar preço, volume de energia contratada, período de suprimento e condições de pagamento, e assim reduzir despesas a partir da livre negociação de contratos flexíveis e bilaterais.

  1. Previsibilidade financeira

Imagine se você soubesse hoje quanto sua empresa vai gastar com energia nos próximos anos. Não seria uma vantagem competitiva? A previsibilidade aparece como uma das grandes vantagens de migrar para o Mercado Livre. 

As empresas têm a opção de escolher entre contratos curtos ou longos, diretamente com as prestadoras de serviço, possibilitando que a sua empresa faça um planejamento financeiro mais assertivo e estratégico.

  1. Aumento da competitividade

No Mercado Livre de Energia, é grande a concorrência entre as empresas geradoras, distribuidoras e comercializadoras. E quem ganha com isso são as empresas consumidoras.

Aproveitando os melhores preços na contratação de energia, as empresas reduzem os custos totais de suas atividades e conseguem oferecer produtos e serviços mais baratos, aumentando a competitividade no mercado.

  1. Menor impacto ambiental

As empresas que optam pela compra de energia incentivada como biomassa, eólica e solar, contribuem com a preservação do meio ambiente, diminuindo seus impactos ambientais. Além, claro, de receber descontos de até 100% na tarifa de uso do sistema de distribuição.

  1. Eficiência energética

Quando uma empresa faz o melhor uso da energia, pelo menor preço possível, ela alcança a tão sonhada eficiência energética. Esse é um desejo de todos os negócios, que pode ser conquistado no Mercado Livre de Energia.

Migre para o Mercado Livre de Energia com a Bolt

A Bolt sabe da grande responsabilidade que tem em fornecer as melhores soluções em energia para seus clientes. Por isso, oferece os melhores serviços de acordo com as característica únicas de cada negócio.

Pare de se preocupar com bandeiras e tarifas de energia e comece a pensar no seu negócio. Com a Bolt, o único aumento que você vai perceber é na lucratividade.

Fale com a gente! (11) 2626-1770 | contato@boltenergy.com.br


Artigo escrito por bolt

você também vai gostar de ler