Armazenamento de energia: o que é e como funciona?

Por: bolt
  • Economia energética


Quando falamos em armazenamento de energia, talvez você pense em algo complexo demais. Porém, não precisamos ir tão longe. Esse recurso já vem sendo utilizado há anos.

Os smartphones, por exemplo, têm armazenamento de energia, para que as pessoas não precisem usá-los ligados na tomada. E isso vale para diversos equipamentos eletrônicos, veículos, turbinas e outros.

O armazenamento de energia vem sendo usado em países como Estados Unidos e Inglaterra para demandas do sistema elétrico como estabilização das variações de tensão e eliminação de sobrecargas nas linhas de transmissão.

Mas não só isso. O armazenamento de energia é considerado pelos especialistas como a solução para reduzir o gargalo da geração de fontes renováveis, como a energia solar e a eólica.

A luz solar e o vento são fontes de energia intermitentes, ou seja, não estão disponíveis de forma constante, 24 horas por dia. Neste cenário, o armazenamento se torna essencial.

Isso porque trata-se de uma forma acessível e eficiente de armazenar e transformar fontes que antes eram inviáveis em energia estável para ser utilizada pelas pessoas e empresas, conforme a necessidade.

Armazenar energia é essencial para a humanidade, como forma de ter esse recurso tão importante a qualquer momento.

Como funciona o armazenamento de energia?

Os sistemas de armazenamento de energia são tecnologias usadas para armazenar energia elétrica através de baterias de estado sólido, baterias de fluxo, rodas inerciais, ar comprimido, bombeamento de água e armazenamento térmico.

Esses sistemas são utilizados em regiões remotas sem acesso à rede elétrica, em equipamentos eletrônicos e também quando são necessários para suprir a demanda de energia na rede.

A discrepância entre oferta e demanda de energia na rede acontece porque fontes renováveis como eólica e solar não geram energia quando não há sol ou vento. É aí que entra o armazenamento.

Atualmente, a energia que usamos é distribuída em tempo real para atender os consumidores. Os sistemas de armazenamento proporcionam a flexibilidade de usar a energia elétrica que poderia ser perdida em outro momento.

Como a energia armazenada é utilizada?

O armazenamento de energia é utilizado de 5 formas diferentes.

1. Armazenamento centralizado: esse tipo de armazenamento tem o objetivo de substituir grandes usinas geradoras (usinas a gás ou diesel/óleo), que são acionadas em horários de pico.

2. Suporte à transmissão e distribuição: o suporte é realizado através da implantação de sistemas de armazenamento próximos à subestações, com a finalidade de estabilizar a rede elétrica.

3. Suporte às usinas renováveis: aqui, os sistemas de armazenamento são utilizados para suprir a intermitência de geração de energia eólica e solar.

4. Para empresas e indústrias: aqui, o armazenamento ajuda as empresas e indústrias a reduzirem custos na conta de luz.

5. Para residências: serve para consumidores residenciais em busca de mais autonomia da rede elétrica e melhor aproveitamento dos sistemas fotovoltaicos.

Os números do mercado de armazenamento de energia

De acordo com pesquisas, neste ano de 2020, os custos do armazenamento devem chegar a $200 por kWh, metade do valor registrado em 2015, além de atingir $160 por kWh até 2025.

Segundo estudo divulgado pela Bloomberg New Energy Finance (BNEF), até 2040, a capacidade do armazenamento de energia no mundo atingirá 942 GW. Para isso, o investimento deverá ser de aproximadamente $620 bilhões.

O armazenamento de energia vale a pena para as empresas?

Sim! Essa é uma pergunta que sempre é feita quando o tema é armazenamento de energia. Porém, sua viabilidade já foi comprovada com o uso desses sistemas em escala comercial

A queda nos preços dessas tecnologias e os incentivos dos governos de todo o mundo para a utilização de energia renovável estão tornando o armazenamento mais lucrativo do que exportar a energia para a rede elétrica.

Para que o armazenamento de energia possa beneficiar empresas, indústrias e até residências no Brasil, é necessária a criação de um mecanismo de mercado, devidamente regulado pelos órgãos competentes.

Após essa formalização, é fato que o Brasil é um mercado potencial para as tecnologias de armazenamento de energia, simplesmente pelo fato da abundância de luz solar e vento em boa parte do país.

A ideia de produzir e armazenar sua própria energia eólica ou solar está enchendo os olhos das pequenas, médias e grandes empresas no Brasil, que devem ficar atentas e se preparar para o futuro.

Produza e armazene sua própria energia com a Bolt

Além da comercialização de energia elétrica e gás natural, também temos fazendas de geração de energia eólica e solar

Já imaginou gerar e armazenar sua própria energia?

Com o auxílio da Bolt, você pode gerar e distribuir energia renovável para atender a demanda de todas as suas unidades.

Se produzir mais energia do que consumir, sua empresa recebe um crédito que pode ser utilizado em qualquer uma das suas unidades consumidoras.

Fale com a gente! (11) 2626-1770 | contato@boltenergy.com.br


Artigo escrito por bolt

você também vai gostar de ler