3 formas de reduzir o consumo de energia em grandes empresas

Por: bolt
  • Mercado Livre


O crescimento do consumo de energia no Brasil aumenta a cada ano. De acordo com um artigo da Agência Brasil, no primeiro bimestre de 2019, houve uma elevação de 4,4% com o gasto de energia elétrica em comparação com o mesmo período do ano anterior. Levando em conta que a maior parte da produção nacional é feita pelas hidrelétricas, a queda no volume de chuvas e o aumento da procura, isso encarece a conta de energia.

Para as grandes empresas, o custo com o consumo de energia atinge valores astronômicos, que pesam no orçamento mensal. Mas como as organizações podem reduzir esse gasto? Neste artigo, separamos dicas valiosas! Acompanhe os próximos tópicos.

Por que economizar energia?

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) é a responsável pela divulgação do custo da energia consumida pelos brasileiros. Recentemente, ela anunciou que o patamar 1 da bandeira tarifária vermelha custa R$ 4,00 para cada 100 quilowatts-hora. Imagine quanto esse valor impacta nos rendimentos de uma grande empresa.

Por essa razão, é essencial a criação de uma política interna de conscientização e economia de energia elétrica. Quando a organização tem essa preocupação, os resultados são muito positivos. Um deles é a melhoria na precificação dos produtos, que podem ser repassados para os clientes com um valor menor.

Com um preço mais atraente, os consumidores tendem a comprar mais e até divulgá-los para outras pessoas. Por fim, a crescente base de clientes torna a marca mais competitiva e uma referência do mercado em que atua. Outro benefício da economia de energia é direcionar os recursos financeiros para os investimentos importantes que visam o crescimento do negócio.

Qual é a importância do consumo consciente?

O consumo consciente ocorre quando utilizamos a energia de forma responsável. Para isso, são necessárias uma série de atitudes, como evitar o desperdício, trocar equipamentos e aparelhos que gastam mais energia por outros mais econômicos. Além disso, é importante optar pelo uso de energias renováveis, como a solar e a eólica.

Quando a grande empresa estimula o consumo consciente entre os colaboradores, cria-se uma ligação entre a marca e a sustentabilidade. Atualmente, as organizações que levantam a bandeira “verde” ganham visibilidade no mundo corporativo. O resultado é a atração de novos clientes, investidores, parceiros e o benefício de incentivos fiscais do governo.

Dicas para economizar o consumo de energia

Não há dúvidas de que a economia de energia elétrica é importante. Mas como atingir esse objetivo? A seguir, elencamos algumas dicas:

1.Opte pelas lâmpadas LED

As lâmpadas LED são sustentáveis, duráveis e econômicas. Por outro lado, a lâmpada incandescente consome mais energia e oferece pouco retorno de luminosidade. Por exemplo, 92% da energia utilizada resulta na emissão de calor e apenas 8% em luz.

Isso não acontece com a LED, que consome menos energia e produz mais luminosidade. Apesar de mais caras, o retorno sobre o investimento acontece por volta de 6 meses. Já a economia de energia gira em torno de 40 a 80%.

2.Faça revisões no ambiente interno

Periodicamente, é necessário realizar uma revisão nas instalações elétricas da empresa. Uma vez que fios, disjuntores, interruptores e tomadas velhas, além de perigosos, são responsáveis por grande desperdício de energia.

Outras ações simples é trocar a cor das paredes e do teto por cores mais claras. Já que estamos falando em decoração, o projeto luminotécnico pode ser ajustado para melhorar o posicionamento das luzes. Dessa forma, o ambiente de trabalho fica mais bonito e gera economia de energia.

3.Invista na luz natural

Aproveitar a farta incidência de luz solar no Brasil é uma maneira eficiente de poupar no consumo de energia. Para isso, a implantação de grandes janelas de vidro ou brise-soleil, favorecerá a entrada da luminosidade nos ambientes. Além disso, uma claraboia bem projetada ajuda não só na iluminação quanto na ventilação, reduzindo assim, a utilização do ar-condicionado – um vilão da conta de energia.

Outra forma inteligente de investir na luz solar é a instalação de painéis fotovoltaicos para a geração de energia elétrica. A economia com a energia solar pode chegar a 95% e o retorno sobre o investimento acontece, em média, de 5 a 8 anos. 

Enfim, economizar energia elétrica faz bem para o orçamento e para a natureza. Se a sua empresa deseja alcançar a eficiência energética, adotar o consumo consciente e não se preocupar mais com bandeiras e tarifas, o melhor a fazer é migrar para o mercado livre de energia.

Quer saber como? Entre em contato com os especialistas da Bolt Energias e sinta o impacto da conta de energia diminuindo e a lucratividade do seu negócio aumentando!

 

 


Artigo escrito por bolt

você também vai gostar de ler